3 de dezembro de 2008

“O Projeto Matar e o Projeto Tamar: o Aborto”

Diletos Amigos

Recebi o e-mail abaixo, informando o novo endereço do site “Tamar-Matar”. Trata-se de uma das mais marcantes polêmicas em torno da questão da despenalização do aborto e da criminalização de quem venha a destruir um ovinho de tartaruga (Lei 9.605/98). Uma das idéias mais obscurantistas e intolerantes nascidas de mentes abortistas: a liberdade de se matar um ser humano e a severa punição devido à destruição de um simples ovo de tartaruga!!!
No cerne de tal polêmica, o Dr. Cícero Harada defendeu brilhantemente o direito à vida inocente e apontou a gritante incoerência da referida lei. Esse debate deu-se no site da OAB-SP e iniciou-se com seu artigo “O Projeto Matar e o Projeto Tamar: o Aborto”, mas que teve diversos desdobramentos, todos agora reunidos num só endereço:


http://tamarmatar.wordpress.com/

Site realmente muito interessante. Vale a pena conhecê-lo e recomendá-lo a seus Amigos.
Abs
Paulo
___________

Tamar ou Matar: o debate

Há tempos atrás, o Dr. Cicero Harada, Procurador do Estado de São Paulo escreveu um artigo demonstrando o absurdo de que, no Brasil, a destruição de ovos de tartaruga é crime inafiançável enquanto há muita gente desejosa de que a destruição de bebês ainda no ventre de suas mães seja permitida.

Este artigo de Dr. Harada causou frisson no meio feminista. Heleieth Saffioti, bam-bam-bam feminista, subiu nas tamancas e lançou também um artigo respondendo ao Procurador. Só que "deu com os burros n´água", esquivando-se completamente de contra-argumentar.

Bem... A história é interessantíssima e vale a pena mostrá-la. Ela tem outros desdobramentos.

Para não deixar isto cair no esquecimento, produzi uma página na qual há todo o histórico do debate, além de inúmeras outras informações.

Creio que vale a pena se inteirar do assunto. Principalmente porque é demonstrada a completa falta de argumentos dos favoráveis ao aborto. Isto é tão dramático que a apelação rasteira tornou-se a tônica dos pró-aborto, como ficou exaustivamente demonstrado.

Quem tiver curiosidade, é só acessar o site "Tamar-Matar: o debate". http://tamarmatar.wordpress.com/

William Murat

Um comentário:

Ana Maria Nunes disse...

Tem sacerdotes decentes em Ubatuba, onde há o projeto Tamar, quando vou lá e estou na santa Missa, sempre falam sobre as pessoas que protegem e fazem de tudo pela natureza e são abortistas.

Coisa mais absurda!

Salve Maria!