12 de novembro de 2009

Você é a favor da aprovação da “Lei do Zipper”?

Recebi alguns e-mails de leitores reclamando que não conseguiram emitir seu voto na enquête disponibilizada no portal do Senado Federal, que interrogava:
“Você é a favor da aprovação do projeto de lei (PLC 122/2006) que pune a discriminação contra homossexuais?
Com razão, pois tal enquête, no dia 6 último, “misteriosamente” ficou off-line. Até então — ou seja, do dia 1º ao dia 5 — ela havia registrado 63246 votos. O NÃO contava com 62% e o SIM com 38%. Eis o documento que comprova este placar às 17h33` do dia 5:

Para ampliar as fotos, click sobre elas.

Para ampliar o texto, acione: Ctrl + Para reduzí-lo: Ctrl -

Com a notória derrota daqueles que votaram SIM à aprovação do absurdo projeto de lei, a enquête “sumiu”... Durante quatro dias o espaço a ela reservado foi substituído por um “brancão” com o seguinte aviso:

Este serviço está
temporariamente
Indisponível.

Devido a esse “buraco branco” — ou “apagão no site do Senado”... —, os encarregados do portal receberam inúmeras reclamações. Com isso, no dia 1º, a enquête voltou a ficar on-line. Mas vejam a “gracinha” que fizeram: zeraram o placar... (isto mesmo, recomeçaram a contagem a partir do ZERO). Eis a explicação da Sra. Ana Lúcia Novelli, diretora da Secretaria de Pesquisas e Opinião Pública do Senado: “Percebemos que a chave de segurança estava sendo burlada, então resolvemos refazê-la”.

E os referidos encarregados se desculparam alegando que a enquête “está fora do ar em decorrência de problemas técnicos”... Vejam: Nessas “explicações”, acredite quem quiser...

O que não posso acreditar é que se o placar contasse com um resultado inverso, ou seja, se a maioria estivesse aprovando o [mal]dito PL, eles não o teriam "zerado".

Em qualquer caso, àqueles leitores desse blog que já tinham emitido seus votos, peço-lhes o favor de votar novamente; e aqueles que ainda não o fizeram, que votem desta vez. Como a enquête está formulada de modo a induzir ao erro, insisto que o voto “pró-família”, contra a "Lei do Zipper", é NÃO.

http://www.senado.gov.br/agencia/default.aspx?mob=0

_____________
PS – 1: No momento em que redijo este post (às 23:00 do dia 11-11-09), o placar assim se encontra:

“Você é a favor da aprovação do projeto de lei (PLC 122/2006) que pune a discriminação contra homossexuais?”
• Sim - 46%
• Não - 54%

Sendo que no dia 6-11-09, o placar era o seguinte: _____________

PS - 2: Ontem, 10-11-09, devido a mais uma manobra do lobby homossexual e numa votação apressada, esse abominável projeto de lei foi aprovado na “Comissão de Assuntos Sociais” (CAS). Agora ele segue para exame nas Comissões de “Direitos Humanos e Legislação Participativa” (CDH) e de “Constituição, Justiça e Cidadania” (CCJ). Depois será encaminhado para votação em Plenário, mas, devido à alteração inserida no Senado, o projeto voltará à Câmara dos Deputados.

4 comentários:

Paulo Roberto Campos disse...

Depois que postei a matéria acima, dei-me conta de que valeria a pena ter publicado também uma notícia de ontem, divulgada pela própria “Agência do Senado”, sobre a questão do “sumiço” da enquête. Assim, aqui a transcrevo:

“Da Redação / Agência Senado
10/11/2009 - Volta ao ar enquete sobre discriminação a homossexuais. Já está de volta ao ar a enquete da Secretaria de Pesquisa e Opinião Pública (Sepop) e da Agência Senado sobre o projeto de lei (PLC 122/2006) que pune a discriminação contra homossexuais. A proposta tramita na forma de um substitutivo elaborado pela senadora Fátima Cleide. A enquete fica no ar até o dia 30 de novembro.
A enquete recomeçou do zero porque os técnicos não puderam ratificar a legitimidade dos votos registrados até a interrupção da consulta, para aprimoramento do sistema. Entre os dias 1º e 6 do corrente, quando a enquete saiu do ar, foram colhidos mais de 500 mil votos”.

luis disse...

Transmiti um email ao webmaster do Senado Federal dizendo que a "Lei da Homofobia" (ou "Lei do Zipper") ainda não tinha sido aprovada e estamos torcendo para que isto NUNCA ACONTEÇA neste país, de modo que eles não poderiam ter zerado a enquete, que computava que a maioria é contra o projeto de lei que puniria aqueles que se manifestem contra os gayzistas. O webmaster (ou aquele que é seu padrão), zerando a enquete, já aplicou uma lei que não foi aprovada. Já colocaram um zipper na boca de todos aqueles que votaram contra a possibilidade de se instalar no país uma espécie de ditadura gay, onde a gaizada teria privilégios, onde os que praticam o vício seriam os protegidos e os que levassem uma vida reta seriam punidos.

Lucas Janusckiewicz Coletta disse...

Na natureza, assim como na contabilidade, vale a lei de lavasier, onde 'nada se perde, tudo se transforma". Na campnha da eleição da OAB/SP teve enquete alterada por fraude (http://www.youtube.com/watch?v=S_ue9jkn2O8), assim como acontece nas eleições com urna eletronica, onde os candidatos já estão eleitos antes mesmo de começarem as eleições. Vivemos na democracia do inferno, ou melhor demoniocracia. Mas como o diabo não dá o que promete, a ultima coisa a existir no Brasil é soberania popular, pois povo brasileiro que é conservador marjoritariamente vai acabar engolindo união homossxual e aborto, mesmo sendo contra essas abobinações.

Clausewitz disse...

Olá, amigo. Parabéns por sua defesa à família, último bastião de defesa de nossa sociedade. Comungo de sua ideia e por isto, coloquei-o como link de meu blog. Fraterno abraço.