24 de setembro de 2014

A PROPÓSITO DAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES

Paulo Roberto Campos 

A propósito das próximas eleições, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou um documento intitulado “RECOMENDAÇÕES PARA OS ELEITORES NAS ELEIÇÕES DE OUTUBRO DE 2014”. 

O documento é fracote e ambíguo, pois os católicos estavam no direito de esperar dos senhores bispos um corajoso pronunciamento. Pronunciamento firme e inequívoco sobre a posição da Igreja a respeito de leis opostas às de Deus, que estão sendo defendidas por candidatos de esquerda. Bem como um enérgico pronunciamento que criticasse posições de candidatos que não se manifestam claramente contrários ao aborto, ao “casamento” homossexual, à eutanásia, à legalização da droga, à educação sexual e distribuição de cartilhas imorais nas escolas, ao ensino da perversa “ideologia de gênero” às crianças, à invasão de propriedades rurais e urbanas, à Reforma Agrária socialista e confiscatória, etc.

Dileto leitor, a respeito leia mais acessando o link abaixo, e assine uma carta aberta de protesto e pedindo um novo documento episcopal que seja firme e inequívoco. Assine e peça a seus amigos que também o façam. Só assim se conseguirá levantar uma reação séria e eficaz contra a eleição de candidatos com projetos que violam as Leis de Deus, projetos contrários aos valores familiares do povo brasileiro. Desse modo, poder-se-á também impedir a eleição de candidatos que não se comprometem em defender energicamente tais valores morais.

3 comentários:

NEREU AUGUSTO TADEU DE GANTER PEPLOW disse...

Se nosso prezados prelados tivessem um dedinho da "garra" com que os muçulmanos defendem o Corão, o mundo seria outro. Só posso resumir sua atitude, lamentavelmente, em uma palavra: entreguismo.

Marcos Romulo disse...

Quando é que a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil se converterá ao Senhor, e desse jeito cumprir o dever de defender a Igreja Católica contra os lobos socialistas e comunistas que atacam o rebanho católico? Ela vive bajulando os projetos da esquerda brasileira, por exemplo insistindo na fracassada Reforma Agrária que engessa o crescimento do país, levando o povo à miséria tipo cubana. Pelo que tenho visto, se a CNBB não se converter, é melhor ela ser coerente e mudar de nome. Poderia até manter as mesmas siglas, mas para CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS BOLIVARIANOS!!!

Mario Juarez da Silva disse...

Acho que o pedido à CNBB para fazer um novo documento que não seja ambíguo é inútil, pois a ambiguidade esta na própria carne da CNBB, como a lepra no leproso. Infelizmente acho que essa conferência de bispos não tem cura. Seria necessário dissolvê-la e começar tudo de novo com bispos sérios. Estes são poucos, mas eles precisariam se reunir, porque do contrário, justamente devido à ambiguidade da CNBB, o rebanho católico continuará sendo "arrebanhado" pelas igrejas evangélicas e outras seitas que brotam por todas as partes... graças à CNBB que não prega a verdadeira religião católica, com a linguagem firme de Jesus Cristo, que realmente atrairia os católicos e católicas.